Responsabilidade do grupo de louvor na igreja

Quando falamos de responsabilidade do grupo de louvor, logo pensamos em música. Os que cantam acham que estão na igreja só pra cantar e os músicos acabam entrando pelo mesmo caminho, fazendo apenas o papel que lhes é direcionado.
Pois bem, tenho uma notícia pra você: cantar ou tocar não é um “dom” e sim um “talento” dado por Deus. Isso fica explícito no texto do Ap. Paulo em I Coríntios 12.1-11.
A responsabilidade do grupo de louvor na igreja não é diferente da que os outros membros do corpo têm. Acima dos talentos, está a igreja e precisam se lembrar de que os mesmos são para servi-la e não serem animadores do culto.
Precisamos saber que antes de sermos cantores ou músicos, somos servos de Deus e de Sua casa.
O responsável pelo período do louvor não é apenas quem o está conduzindo e sim todo o grupo, portanto todos são ministros de louvor.
Já no âmbito musical, devemos fazer a obra com zelo, sendo pontuais, obedientes à liderança e buscando conhecimento técnico no que fazemos. Sem nos esquecermos de que acima de tudo isso está o relacionamento com o Pai através de oração e leitura de Sua palavra.
Assim, podemos concluir que a “responsabilidade do grupo de louvor na igreja” é servi-la, se possível com música.

Deus Abençoe!
Bruno Freitas – Ministro de Louvor